quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Mirabolante


Pensamentos mirabolantes ...
Me recreio-o a cada um
Escorregando na vertical da idéia
Vou nesse zum zum zum
Barulhinho infantil
A infância recriada
Me jogo de cabeça mergulhando na imaginação
Leio todos os livros que me vem às mãos
E vivo o paradoxo da evolução e da criação
E vou nesse mundo irreal
Absorvendo as cores que tingem as paredes
Pinturas que Monteiro lobato fez contos
Boneca de pano falante
Espiga de milho pensante
Saci em suas peripécias
Menino de alma aventureira
Menina de nariz empinado
Tia Anastácia com suas gostosuras
Benta com suas historias malucas...
Cada livro um mundo novo a descobrir
E desses mundo eu quero arrancar um sorriso infantil e verdadeiro ...

Nenhum comentário:

Postar um comentário